Sertão Para Ser Do Ceará

O artista da vida e o “lixo extraordinário”

Na necessidade de criar seus próprios brinquedos surge um artista: Raimundo Nonato Ribeiro do Nascimento, o “Raimundinho”. Ele contou em entrevista ao SerTão Para Ser do Ceará o quanto sua infância foi difícil, que não tinha condições de possuir brinquedos caros, mas nem por isso deixou de brincar e ser feliz. Tratou de fazer os seus próprios brinquedos, utilizando-se do que para muitos não tinha finalidade, o lixo.

Jesus, São Pedro e a velhinha dos chapéus

Quando Jesus e São Pedro andavam pelo mundo passaram ali pelas bandas do Quixeramobim e pediram arrancho na casa de uma fazendeira rica e orgulhosa. A mulher olhou com desdém para os dois peregrinos e ordenou que fossem adiante, porque ela não queria saber de desconhecidos dormindo sob o seu teto. São Pedro olhou para o Mestre como se esperasse um castigo ou mesmo uma resposta àquela afronta, mas o Senhor nada disse. Apenas convidou o camarada para seguirem adiante, como a mulher ordenara.

Na terra de Antônio

187 anos que nesta terrinha de meu Deus nasceu um Antônio e, com ele, a semente de um sonho. Sonho que alimentou a luta, uma luta desigual e desumana como a vida de seu povo, como se natural fosse a mesa farta do banquete de alguns à custa da miséria da maioria.

-->